MEC lança plataforma universitária de conteúdo audiovisual


Foto: Luis Fortes/MEC


O Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) lançou, no mês de junho, o Eduplay: uma plataforma universitária de conteúdo audiovisual, que permite o acesso a transmissões ao vivo, programas de televisão, canais exclusivos, videoaulas, rádios e podcasts. O evento de lançamento contou com a participação do Ministro de Estado da Educação, Milton Ribeiro; o secretário-executivo, Victor Godoy; o secretário de educação superior, Wagner Vilas Boas; e o diretor geral da RNP, Nelson Simões.

O ministro Milton Ribeiro deu início ao evento e falou sobre a honra de anunciar um novo serviço para a comunidade acadêmica do país. “O MEC, em parceria com a RNP, anuncia, hoje, o lançamento do Eduplay. Esse novo serviço permite o acesso gratuito e prático a conteúdos exclusivos relacionados ao ensino, pesquisa e extensão direcionados ao ensino superior no Brasil”, disse Ribeiro.

O Eduplay foi criado com o objetivo de se tornar um dos maiores portais de conteúdo audiovisual para a educação e pesquisa no Brasil. O ministro afirmou, ainda, que o Eduplay foi desenvolvido no Brasil e modelado para atender especificamente aos estudantes universitários, professores e pesquisadores que utilizam esse tipo de tecnologia para estudo e trabalho.

Além de atender pesquisadores e professores, destacam-se outros benefícios da plataforma, como a ausência de propagandas comerciais, a segurança do conteúdo postado na rede, e a realização de aulas ao vivo e que podem ser gravadas por meio da integração com o Moodle e com a Conferência Web da RNP. Wagner Vilas Boas afirmou que “o Eduplay é o resultado da sensibilidade da percepção do MEC como mantenedor de 69 universidades federais que têm mais 1,5 milhão de alunos e mais de 95 mil professores”.

O secretário de educação superior afirmou ainda que os conteúdos disponibilizados na plataforma poderão ser acessados por toda a sociedade. “Os conteúdos estarão abertos para todos, não só para os alunos das universidades federais, como também para os alunos das instituições públicas, privadas, e qualquer cidadão poderá acessar os conteúdos de ensino, pesquisa e extensão”, ressaltou Wagner Vilas Boas.

Victor Godoy afirmou que o lançamento do Eduplay vem num momento em que o MEC precisa se reinventar e trazer soluções para a educação brasileira, resultando na elevação da qualidade dos serviços essenciais. "Essa plataforma visa trazer a possibilidade de a rede das universidades e institutos fazerem essa troca de vídeos, e é com muita satisfação que nós fazemos esse lançamento", disse o secretário-executivo. Godoy também afirmou que o MEC e a RNP já estão trabalhando para que sejam possíveis a geração de Libras e de legendas de forma automática.

Nesse sentido, Nelson Simões afirmou que a equipe continuará trabalhando e realizando as melhorias necessárias para garantir uma plataforma segura aos estudantes e professores. “Nós vamos continuar trabalhando, seguir aprimorando as visões de futuro e testando os novos conceitos, para que as nossas plataformas para a educação possam ser seguras, possam permitir uma educação de qualidade, independentemente da localização do aluno, e que isso possa nos favorecer, a longo prazo, a elevar não só o potencial da formação, mas também o desenvolvimento das pessoas e das empresas do país”, disse Simões.

Milton Ribeiro agradeceu a toda a equipe que fez parte do processo de desenvolvimento da plataforma. “Fica aqui o meu cumprimento a todos os atores e protagonistas que estão envolvidos neste serviço prestado por meio do MEC para toda a população universitária e acadêmica do Brasil”, disse o ministro.


Conheça o Eduplay.

Fonte: Assessoria de Comunicação do MEC

9 visualizações0 comentário