top of page

O poder do TikTok na indústria musical

TikTok na indústria musical


A tecnologia vem mudando nossas vidas numa velocidade incompreensível. O mercado, as empresas, o entretenimento, nossa forma de se relacionar e nosso modo de agir vem se moldando com toda essa loucura e o mercado musical não poderia ficar de fora.



Apesar de contar com um pouco de conservadorismo por parte de muitos consumidores e empresários da área, a música em geral muda constantemente, e a forma que consumimos e entramos em contato com as novidades mais ainda.

Nos anos 70, a época de ouro do rock, existia uma fórmula constituída de como entrar nos circuitos e atingir o público. Os primeiros ensaios, composições, os primeiros shows, juntar dinheiro para gravar suas músicas (que era muito caro), tentar vender os vinis e tentar divulgar nas rádios disponíveis eram a forma que praticamente todos artistas utilizavam para alcançar o almejado sucesso.

Com o passar do tempo, vieram a fita k7, o CD, o DVD, YouTube, Spotify e mais recentemente o TikTok (a grande novidade de todo esse role). Uma rede social repleta de peculiaridades que transformou a forma de conhecermos novas músicas.



Curiosidades do TikTok


O primeiro ponto a se destacar é que em média, os vídeos postados na plataforma tem poucos minutos, o que acaba fazendo o artista não conseguir divulgar uma música inteira, obrigando o ouvinte a entrar em contato com apenas uma pequena parte da composição, transformando a forma de compor de quem estiver antenado a esse detalhe. Um exemplo que me vem à cabeça é uma composição do grupo “Costa Gold” intitulada “Uau!” que foi nitidamente composta pensando no TikTok, com refrão, letra e todos os detalhes visando a divulgação na plataforma.

Outro ponto é a possibilidade do áudio ser repostado por outros produtores de conteúdo como um novo video, criando as conhecidas “trends”, que com sorte, pode ser uma forma extremamente barata de divulgar seu som.

Outra característica curiosa da plataforma, são as famosas “dancinhas” que são criadas pelos próprios consumidores, baseados na música e na letra da composição, criando mais uma possibilidade de se conectar com o público.

Diversas bandas e artistas vem emplacando hits ou até mesmo revivendo músicas antigas através dessa nova forma que consumimos música.

A banda “Jovem Dionísio” lançou recentemente uma música intitulada “Acorda, Pedrinho”. Um belo exemplo do potencial da plataforma, que ultrapassou os limites da internet, levando o grupo a programas famosos da Rede Globo.

O TikTok e suas mudanças na indústria musical, nos provou que com apenas alguns segundos, podemos despertar o interesse do ouvinte, que espontaneamente, vai atrás da música e acaba consumindo ela por completo.

As coisas vem mudando, e cada vez mais, surgem novas ferramentas para divulgarmos nossas composições. Hoje em dia, é possível você gravar sua música, divulgar e ficar famoso, sem nem sair de casa.


O mundo nunca mais será o mesmo de ontem, ás vezes nem o mesmo de hoje de manhã. Ou você se atualiza ou acaba ficando pra trás, em qualquer ramo da sociedade.

9 visualizações0 comentário

留言


bottom of page