Linux: 30 anos da maior tecnologia de computador disponível na atualidade


O Linux, sistema reconhecido como uma das mais poderosas ferramentas de computação do mundo, fundamental para transformar uma série de indústrias globais - como varejo, expedições no espaço e direção autônoma, ajudando-as a superar desafios complexos e moldar a realidade que vivemos hoje, completa 30 anos no dia 17 de setembro. Data que marca a disponibilização ao público do código-fonte da versão 0.0.1.

Para comemorar o aniversário desta tecnologia preparamos uma lista de fatos e curiosidades da ferramenta mais poderosa de TI. Confira:


1. No início de 1991, Linus Torvalds estava insatisfeito com os sistemas operacionais MS-DOS e o MINIX, e decidiu fazer o zero seu próprio clone do UNIX, já que não tinha dinheiro suficiente para adquiri-lo. Foi daí que o Linux surgiu, a princípio, como um projeto de faculdade de Torvalds.


2. Seu objetivo era lançar um novo sistema de uso e distribuição gratuita. O único custo era o uso dos obsoletos disquetes em que os desenvolvedores carregavam o Linux para distribuí-lo, dando origem a uma próspera comunidade de código aberto estabelecida nos últimos 30 anos e em ascensão contínua até os dias de hoje.


3. Embora o Linux tenha surgido no mundo em 1991, era visto principalmente como um "brinquedo para desenvolvedores". Só em 1999, os grandes players da indústria começaram a se interessar pelo Linux, transformando o sonho de um desenvolvedor em uma alternativa empresarial.


4. Silenciosamente, o Linux assumiu o controle por conta da cultura da comunidade de código aberto e seu desejo de romper com os modelos de licenciamento. Pelo fato de ser gratuito, seguro, confiável e adaptável rapidamente o Linux ganhou popularidade. Uma mudança não exigia uma nova licença ou permissão de uma equipe de desenvolvimento proprietária e não era preciso reiniciá-la todos os dias. O Linux é um caso de amor geek que se transformou no que é hoje: a ferramenta de computação mais poderosa disponível no mundo.


5. Hoje, o Linux tem a mais ampla base instalada de sistemas operacionais de uso geral em todo o mundo de mais de 90% dos supercomputadores. Foi comparado ao ar. Até mesmo em Marte, o Ingenuity, o minúsculo helicóptero que foi o primeiro a voar em outro planeta além da Terra, roda inteiramente em Linux.


6. O Linux é, em essência, apenas um kernel, desenvolvido e mantido por milhares de desenvolvedores de kernel em empresas ou como indivíduos. Na verdade, o kernel Linus tem mais de 8 milhões de linhas de código e mais de 1000 contribuidores para cada versão. Os pacotes, aplicativos e sistemas operacionais executados no Linux vêm de distribuições criadas por empresas de código aberto que os desenvolvem a partir de aplicativos específicos em mente, tal como a SUSE.


7. Redes sociais, jogos, carros, NASA, TVs, eReaders, sites, Apple, roteadores, sistemas POS... dispositivos médicos e relógios inteligentes funcionam com o Linux. Serviços em nuvem, NFV e SDN também. Atualmente, 90% das nuvens são baseadas no Linux. A votação eletrônica usa predominantemente Linux. A modelagem 3D do filme Avatar foi possível com Linux. Embora, seja um sistema operacional, o Linux é o maior fenômeno da indústria de TI.


8. Então, como seria o mundo sem o Linux? Em primeiro lugar, provavelmente seria mais lento, menos heterogêneo, menos distribuído e decididamente menos seguro.


9. Trinta anos depois, o código aberto impulsionado pela criação de Linux está aumentando. Atualmente, é uma comunidade de 56 milhões de colaboradores. Segundo um estudo global anual da SUSE entre 800 líderes de TI, o código aberto está sustentando a inovação e as tecnologias obrigatórias mais recentes. Aqui estão três dos dados que indicam isso:


• 85% dos líderes concordam que o código aberto permite a inovação de ponta;

• 84% dos líderes veem o código aberto como uma forma de gerar inovação de maneira econômica;

• 82% dos líderes dizem que se sentem otimistas sobre o futuro do código aberto;

• Embora o código aberto esteja ganhando força no ecossistema de tecnologia global, nem todo código aberto é criado da mesma forma.


Pesquisas recentes também mostram que a maioria dos líderes de TI desconfia do envolvimento das grandes tecnologias no código aberto. A SUSE, líder global em soluções de código aberto, reconhece que a magnitude dos desafios enfrentados por empresas e governos hoje não pode mais ser resolvida com a portas fechadas, razão pela qual a empresa lançou uma campanha chamada Choose Open, com o propósito de manter o código aberto - aberto.

26 visualizações0 comentário